Brincando com água: sopa de flores

Brincadeiras com água são mágicas e encantam as crianças. Até hoje nunca conhecemos uma única que não goste e estamos sempre torcendo para que os dias amanheçam quentes e ensolarados. Foi em uma dessas manhãs de sol que resolvemos juntar os amigos para brincar de cozinhar, outra atividade que faz muito sucesso aqui em casa. Que tal uma sopa de flores ao ar livre? Nós achamos uma ótima ideia!

Levamos para o parque alguns utensílios de cozinha, um caldeirão antigo e bacias. O desafio foi propor uma atividade com água sem exageros, para evitar o desperdício. Resolvemos então encher algumas poucas garrafas e fazer a brincadeira acontecer apenas com aquela quantidade. Para deixar mais divertido e manter as crianças interessadas nas garrafas e não na torneira do parque, colocamos algumas gotinhas de corante em cada uma e inventamos líquidos coloridos para incrementar a receita. Para encontrar o ingrediente principal da sopa contamos com a ajuda de um grande time de pequenos cozinheiros: Antonio, Gael, Theo, Alice e Alena. Todos saíram pelo parque em busca de flores, folhas, matinhos e pequenos gravetos. E vamos cozinhar!

Bastaram alguns segundos para todos entrarem no faz de conta. Logo começaram a colocar os ingredientes no caldeirão, a misturar tudo e a fazer comentários divertidos:
– Essa flor parece uma banana!
– Vou fazer uma sopa de bolo de aniversário.
– Falta uma pitadinha de sal.
– Essa água tem cor de monstro!
De fato, com a mistura das cores, a água foi ficando escura e sem cor definida, o que não atrapalhou a brincadeira. A medida que o caldeirão ficou cheio, a diversão passou a ser trocar a água de lugar. Tira e coloca na bacia, sai da bacia e vai para a caixa de plástico, volta para o caldeirão passando por duas bacias, enche a garrafa, esvazia… e todos ajudando e participando. Assim foi por um longo período! Só depois de muito brincar é que as crianças começaram a se aventurar em jogar a água para fora das bacias… e umas nas outras, é claro! E corre para tirar as roupas e liberar a bagunça! Não fosse o sol ficar forte demais e as mamães preocupadas, a brincadeira teria seguido até o fim da tarde.

Veja as fotos da nossa aventura e leia as dicas no fim do post! 

sopa-flores-agua-parque

sopa-flores-agua-parque2
Nossa cozinha preparada para a bagunça.
sopa-flores-agua-parque3
Antonio escolhendo os ingredientes.
sopa-flores-agua-parque4
Mamãe ajuda a picar os temperos e os pequenos treinam como usar a tesoura.
sopa-flores-agua-parque5
Os chefs Theo, Antonio e Alice prontos para começar.
sopa-flores-agua-parque6
O que será que acontece misturando amarelo e vermelho?
sopa-flores-agua-parque7
Um pouco de grama, algumas flores…
sopa-flores-agua-parque8
…e Gael coloca um tempero especial. Que delícia!
sopa-flores-agua-parque9
Alena mistura água azul para deixar a receita mais gostosa.
sopa-flores-agua-parque11
Os cozinheiros Alena e Theo concentrados no preparo.
sopa-flores-agua-parque10
Cozinha cheia e animada. E a brincadeira durou um tempão!  
DICAS
  • Atividades em locais públicos atraem outras crianças. Deixe que todos participem, mas antes converse com o adulto que está acompanhando e explique a brincadeira.
  • Leve sempre material extra para os novos amigos que podem querer participar.
  • Leve toalhas e uma muda de roupa.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  •  Tato e visão.
  • Coordenação motora. Utensílios de cozinha são ótimas ferramentas para desenvolver a coordenação motora. Proponha recolher as flores e folhas com pegadores de salada. É muito divertido!
  • Imaginação.
  • Concentração.
  • Linguagem. Nas brincadeiras coletivas crianças ampliam seus repertórios de fala.

SEGURANÇA

  • Brincadeiras ao ar livre são uma delícia! Mas fique atento ao sol e não esqueça de usar protetor solar.
  • Lembre-se de oferecer água para as crianças durante toda a atividade. Elas costumam esquecer da sede quando ficam entretidas.
  • Brincadeiras com água precisam de muita atenção! Jamais deixe as crianças brincando sozinhas.
  • Escolha utensílios totalmente seguros, que não apresentem nenhum perigo.

PREPARO e BAGUNÇA

  • Preparo moderado. É preciso juntar todo o material e escolher um local adequado para a brincadeira.
  • Bagunça moderada. Apesar da brincadeira fazer bastante bagunça, por ser ao ar livre fica mais fácil secar a água. Não esqueça de recolher todo o material! Não deixe restos de folhas e flores em bancos ou mesmo no chão.