Por Grazi Iacocca

cortina_sensorial_dicas6

cortina_sensorial2

Semana passada montamos em uma praça nossa primeira brincadeira coletiva: uma incrível cortina colorida feita com 50 garrafinhas sensoriais. Foi um enorme  sucesso! Como muita gente nos perguntou o que usamos dentro das garrafas, resolvemos montar um post com algumas ideias.

Nós simplesmente adoramos garrafas sensoriais, tanto que já mostramos duas versões aqui no site: uma sonora, feita com grãos, e outra com água, para introduzir quente e frio para os pequenos. Para o desafio de conseguir montar 50 diferentes versões, nós soltamos a imaginação e usamos um pouquinho de tudo o que encontramos pelo caminho, o que deixou a brincadeira muito mais divertida! Aqui vão algumas dicas básicas:

• Trabalhe com opostos. Faça garrafas leves usando isopor, papel, penas ou folhas e outras pesadas, com areia, pedregulhos ou gel.

• Abuse das cores. Para colorir água ou gel bastam algumas gotas de corante ou tinta. O resultado fica lindo!

• Monte versões sonoras, que funcionem como chocalhos. Use grãos, macarrão, pedregulhos, clipes de papel, botões ou qualquer coisa que você encontrar no fundo da gaveta. Uma versão que adoramos é misturar arroz e palitos de dente para criar um barulhinho que lembra a chuva caindo.

• Congele uma garrafa com água para brincar com as sensações térmicas.

• Explore movimento. Coloque pequenos objetos dentro do gel ou da água e veja como é gostoso ficar observando o vai e vem. Use penas ou flocos de isopor, que flutuam no ar. Água e óleo não se misturam mas dançam pra lá e pra cá ,criando lindas bolhas. Chacoalhando um pouco de água colorida com sabão surge uma espuma divertida que escorre lentamente pelas paredes da garrafa. Grãos como milho e feijão rolam de um lado para o outro.

• Esconda pequenas surpresas. Um bichinho de plástico no meio das folhas, uma concha dentro da areia, estrelinhas misturadas no isopor, botões no meio do celofane… basta usar a imaginação. Nós aproveitamos muitas coisas que achamos pela casa: as contas de uma pulseira que quebrou, florzinhas que vieram enfeitando uma sacola, guizos que sobraram de uma brincadeira, restinhos de lã e folhas e sementes que pegamos no parque.

• Brinque com o faz de conta e crie garrafas temáticas. Explore as estações do ano, faça um fundo do mar, uma praia, uma selva. Use purpurina, lantejoulas, estrelinhas e qualquer miudeza que encontrar para dar um toque especial e estimular ainda mais a curiosidade dos pequenos. E dos grandes também!

Agora é só encher suas garrafinhas de ideias! Tem mais dicas depois das fotos. 

cortina_sensorial_dicas3

cortina_sensorial_dicas2

cortina_sensorial_dicas5

cortina_sensorial_dicas7

Coordenação motoraImaginaçãoLinguagemSensorial

Dificuldade de preparo difícilPouca bagunça

DICAS

  • Lacre muito bem as garrafinhas com cola e fita adesiva para brincar com segurança!
  • Peça garrafinhas vazias em restaurantes ou lanchonetes.
  • Deixe as garrafas destampadas para que fiquem bem secas antes de colocar coisas dentro.
  • Tire os rótulos e coloque fita adesiva ou papel para cobrir as sobras de cola.
  • Escolha garrafas com plástico mais grosso. As finas podem amassar com facilidade e até mesmo rasgar.
  • Não faça garrafas pesadas demais e não esqueça de deixar espaço para que os elementos se movimentem.
  • Para os menores, durante a exploração diga o nome das cores, explique a diferença entre quente e frio, leve e pesado, descreva o que tem dentro das garrafas. Usar diferentes palavras contribui para a construção do repertório da fala.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  • Visão, tato e audição. Usar diferentes materiais permite uma fantástica exploração sensorial.
  • Coordenação motora. Controlar os movimentos das garrafinhas cheias exercita a coordenação.
  • Concentração. Explorar as surpresas de cada garrafa estimula a atenção da criança.

SEGURANÇA

  • Não esqueça: cole a tampa e passe fita adesiva ao redor para evitar que se abram durante a brincadeira.
  • Lave a garrafa por fora pois crianças pequenas costumam colocar na boca.
  • Caso a garrafa quebre ou abra, muita atenção para que a criança não coloque o conteúdo na boca.
  • Ao pendurar as garrafas cuide para que não empurrem com muita força, evitando acidentes.
  • Nunca deixe crianças brincando sem supervisão. É muito importante que tenha sempre um adulto acompanhando a atividade.

PREPARO e BAGUNÇA

  • Preparar 50 garrafas deu trabalho! Mas foi gostoso demais e algumas duram muitos meses.
  • Depois de tudo pronto, não tem bagunça.
  • Giovana Licks

    Acabei de conhecer o site e estou amando! Obrigada por compartilhar conosco essas ideias maravilhosas.

    • massacuca

      Que bom que está gostando Giovana! :)