Por Grazi Iacocca

tinta_gelo3

O tempo passa e a gente de tão perto que está por vezes nem percebe as mudanças acontecendo. Como quando ficamos surpresas ao vestir aquela camiseta que estava larga e ver que agora metade da barriga do filhote fica de fora. Brincar também tem dessas coisas.

Em casa sempre fizemos atividades com gelo e já até publicamos uma delas aqui no blog. Sempre foi uma exploração sensorial deliciosa, com dedinhos curiosos descobrindo temperaturas e texturas. Semanas atrás aproveitamos uma das manhãs gostosas de verão e levamos para a pracinha perto de casa forminhas com gelos feitos com corante e farinha e grandes folhas de papel. Igor e Antonio logo ficaram curiosos. Vieram ver qual era a novidade e antes mesmo da gente terminar de desformar os cubinhos a brincadeira já tinha começado. Foi quando percebi como eles estão diferentes, mais decididos e independentes.

Os dois acolheram o Thiago, que estava brincando na praça e resolveu participar da bagunça, e logo estavam os três trabalhando em equipe, envolvidos em um universo de fantasia só deles. Brincaram muito e com o corpo inteiro. Passaram mãos e pés no papel, pularam, correram com gelo nos dedos. Decidiram colocar todos os cubinhos coloridos no chão, criando uma piscina de arco-irís. Conversaram muito, resolveram sozinhos as diferenças que apareceram no caminho, correram um pouco mais e voltaram para sentir com os pés os últimos gelinhos derretendo.

Nós apenas observamos de longe, mal conseguindo acompanhar todo aquele movimento. Interagimos em alguns momentos por curiosidade materna, e não porque precisavam da gente. Sim, ainda estou aprendendo a não me preocupar tanto, a entender que o Antonio já sobe e desce correndo as escadas da praça sem cair e que o mundo não vai acabar se ele ralar o joelho. Só que tem horas que parece que foi ontem que ele deu os primeiros passinhos inseguros ali no tanque de areia.

Pintar com gelo é gostoso demais! Veja nossas dicas e faça a brincadeira em casa. 

tinta_gelo2

tinta_gelo5

tinta_gelo4

tinta_gelo13

tinta_gelo7

tinta_gelo8

tinta_gelo9

tinta_gelo10

tinta_gelo11

ImaginaçãoSem categoriaSensorial

Bagunça moderadaDificuldade de preparo fácil

DICAS

Dá para brincar dentro de casa também, é só forrar o chão ou a mesa com uma toalha.

Para deixar a bagunça mais controlada coloque a folha de papel dentro de uma assadeira e peça para a criança pintar ali dentro.

Colocamos farinha para deixar a tinta mais espessa, mas só água e corante funciona também.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  • Sensorial. Gelo possibilita uma rica experiência tátil e visual.
  • Criatividade. Pintar com diferentes elementos estimula a imaginação.
  • Observação. Ver o gelo derreter percebendo a passagem do estado sólido para o líquido é muito interessante.

SEGURANÇA

  • Evite brincar com crianças muito pequenas, que podem enfiar o gelo na boca.
  • Brinque apenas nos dias quentes, e mesmo assim acompanhe a atividade e perceba se as crianças estão com as mãos geladas demais.
  • Cuidado com o piso molhado e escorregadio. Deixe um pano sempre por perto e seque quando ficar molhado demais.
  • Sempre tenha um adulto acompanhando a atividade para evitar acidentes.

PREPARO e BAGUNÇA

  • Fácil de preparar, mas precisa planejar a brincadeira com antecedência para esperar o gelo ficar pronto.
  • Bagunça moderada.  No fim da brincadeira vão ter pocinhas de água colorida pela casa, mãos e roupas molhadas, mas tudo simples de limpar com um pano seco.