Para nós a receita perfeita é aquela bem simples, que as crianças podem fazer e explorar sozinhas. Tinta caseira é assim: basta misturar 1 copo de água, 1 copo de farinha de trigo e outro de sal. Para criar as cores, algumas gotinhas de corante de alimento e pronto.

Os irmãos Sofie, Maria Luisa e João Henrique mostram como a tinta é fácil e gostosa de brincar. E nós gostamos tanto da receita que já inventamos de pintar com os pés e até de pintar as paredes aqui no blog! 

Que tal sujar as mãozinhas? Veja nossas dicas:

ImaginaçãoSensorialVídeo

Dificuldade de preparo fácilMuita bagunça

DICAS

  • Tinta feita em casa é perfeita para os pequenos explorarem com os dedos e as mãos. O sal deixa a textura diferente e não tem problema nenhum colocar na boca pois os ingredientes não são tóxicos.
  • Aproveite a brincadeira com os menores para introduzir os nomes das cores.
  • Proponha usar apenas corantes com as três cores primárias – azul, amarelo e rosa – e crie as secundárias fazendo misturas.
  • Você encontra corantes de alimento nas lojas de artigos para festas.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  • Sensorial. Preparar e brincar com tinta é uma delícia para o tato e a visão.
  • Imaginação. Desenhar é um dos melhores estímulos para a criatividade.

SEGURANÇA

  • A tinta é segura para os pequenos passarem na pele ou colocarem na boca, mas não pode comer!
  • Evite contato com os olhos e lave com bastante água caso aconteça.
  • Não use corantes caso a criança tenha alergia. É possível fazer pigmentos usando suco concentrado de beterraba, cenoura e espinafre.
  • Qualquer atividade com crianças precisa da supervisão de um adulto.

PREPARO e BAGUNÇA

  • A receita é simples de preparar, basta ter os ingredientes.
  • O nível de bagunça depende de cada criança. Mas não se assuste com cabelos amarelos, nariz azul, roupa e parede suja. Tinta caseira é bem mais fácil de limpar do que as industrializadas.