Por Grazi Iacocca

tinta caseira8

Tem coisa mais gostosa do que fazer com as próprias mãos? Dá uma satisfação enorme! Por isso adoramos receitas simples que podem ser preparadas com a participação das crianças. É o caso da nossa tinta caseira, tão fácil que as queridas Sofie e Maria Luisa, de cinco anos, nem precisaram da nossa ajuda, fizeram tudo sozinhas e foi um sucesso!

As meninas adoram pintar, o que é uma atividade comum para elas, mas preparar a própria tinta deixou tudo diferente e mais divertido. Primeiro olharam desconfiadas para os ingredientes. Será mesmo que vão virar tinta? Começaram então a misturar e perceberam a transformação da textura. Seguras do que estavam fazendo, aceitaram a ajuda do Antonio, que observava curioso tentando descobrir o que estava acontecendo. Explicaram que era preciso distribuir a tinta em pequenos potes para fazer as diferentes cores. Cada um ganhou algumas gotinhas de corante e muitas mãozinhas ajudaram a misturar, incluindo as do Gael, que logo quiseram experimentar a diferente textura da tinta.

Papel na mesa, muita criatividade e lindos desenhos foram surgindo. Sofie resolveu experimentar várias maneiras de pintar. Pincel, palito de sorvete, os dedos… e que tal usar a mão inteira? Corre pegar um papel novo para fazer a experiência! Maria Luisa resistiu um pouco, mas por fim achou graça na bagunça da irmã e resolveu participar também. Vamos misturar todas as cores para ver o que acontece? A diversão foi tanta que só terminou quando acabaram as tintas.

Dicas no fim do post. Não deixe de ler! 

tinta caseira

tinta caseira2

tinta caseira3

tinta caseira4

tinta caseira5

tinta caseira6

tinta caseira7
O sal deixa a textura da tinta diferente. Gael quis experimentar.
tinta caseira18
Maria Luisa pintou com pincéis e palitos.
tinta caseira11
Sofie usou também os dedos.

tinta caseira12

tinta caseira13

tinta caseira15

tinta caseira17

DICAS

  • Atividade perfeita para os pequenos que adoram pintar com os dedos.
  • Ou pintar com os pés!
  • Para os maiores, brinque com as cores na hora do preparo. Use apenas as três primárias – azul, amarelo e vermelho – e crie as secundárias fazendo misturas.

PRINCIPAIS ESTÍMULOS

  • Visão e tato.
  • Imaginação. Desenhar é um dos melhores estímulos para a criatividade.
  • Concentração.

SEGURANÇA

  • A tinta é segura para os pequenos passarem na pele ou colocarem na boca, mas não pode comer!
  • Evite contato com os olhos e lave com água caso aconteça.
  • Cuidado com tinta no chão pois os menores podem escorregar.
  • Qualquer atividade precisa da supervisão de um adulto. Não deixe as crianças sozinhas.

PREPARO e BAGUNÇA

  • A receita é simples, mas é preciso ter todos os ingredientes em casa.
  • Prepare-se e deixe a bagunça correr solta. Cabelo azul e nariz amarelo? Não se assuste, tinta caseira é bem mais fácil de sair das roupas e da pele do que as industrializadas. Das paredes também! Só não demore para limpar pois podem deixar manchas.